Técnicos do Ministério da Saúde conhecem iniciativa inédita nas UPAs de Cascavel

Visita foi para conhecer os núcleos de epidemiologia hospitalar implantados no Município
A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) recebeu na tarde de ontem (19), a visita técnica de duas apoiadoras do Ministério da Saúde na Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) que atuam junto à Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e Rede Estadual de Vigilância Epidemiológica Hospitalar.

Objetivo da visita, que contemplará também os municípios de Toledo e Foz do Iguaçu, foi conhecer os núcleos de epidemiologia hospitalar implantados no município e também a iniciativa, inédita de Cascavel, de implantar núcleo de vigilância epidemiológica nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Apesar de a legislação federal não exigir que as upas tenham este setor, a Sesau sentiu a necessidade e está sendo precursora no Estado, ao estabelecer na estrutura das unidades o Núcleo de Vigilância Epidemiológica (NVE).

“Este setor tem a finalidade de desenvolver ações que visam a detecção e investigação de doenças, agravos, surtos de notificação compulsória e agravos inusitados, dos pacientes atendidos nas upas, conforme normas da Vigilância Epidemiológica Municipal, Estadual e Federal”, explica Beatriz Tambosi, gerente Vigilância Epidemiológica

Atualmente, as três unidades de pronto atendimento são unidades sentinela da síndrome gripal e as UPAs Brasília e Veneza são unidades sentinelas da dengue.

A estruturação no NVE permite uma qualificação das investigações dessas doenças e outros agravos que forem identificados entre os pacientes atendidos, permitindo tomada de decisão mais precisa frente a um caso inusitado, bem como ações de prevenção e controle.

No município, dois hospitais possuem o Núcleo de Epidemiologia implantados. O Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) com credenciamento no Ministério da Saúde e Hospital São Lucas/FAG com credenciamento Estadual. Esses hospitais também receberão a visita dos técnicos nesta quinta-feira (21).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *