SOMOS OVELHAS DO SEU REBANHO

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam. (Sl. 23)

Muitos lêem este Salmo como se ele tivesse sido escrito ontem. Como sabemos, foi escrito muito tempo atrás, e a maneira de pensar era diferente de hoje. Se você perguntar a qualquer cristão hoje o que este salmo quer dizer, as chances são altas que a resposta será: Deus é o meu pastor e me protegerá e fará com que nada me falte. A perspectiva é individualista. Mas se você perguntasse a um contemporâneo de Davi, a reposta viria imediatamente: nada me faltará e serei levado a pastos verdejantes porque faço parte do rebanho de Deus. E ele, pastor do rebanho fará comigo, ovelha deste rebanho, o que ele faz com todas as ovelhas do seu aprisco: ele protege, guarda e cuida.

Este é um salmo que fala das bênçãos de fazer parte do rebanho de Deus. O pastor guia a você ovelha, como guia ao rebanho inteiro, às águas de descanso, pelas veredas da justiça, e mesmo que o perigo se aproxime do rebanho, o pastor protegerá a todos. Essa proteção está intimamente ligada a seguir a direção que seu cajado dá, e não a fazer qualquer coisa independentemente da direção que o pastor aponta: “a tua vara e o teu cajado me consolam”.

Se seguirmos ao Pastor, uma coisa é garantida: bondade e misericórdia nos seguirão todos os dias das nossas vidas, porque viveremos de acordo com o caráter do Pastor. Isto é a vida no Reino, junto com a alegria que viveremos na casa do Senhor para sempre.

IGREJA ANGLICANA EM CASCAVEL

TEMPO COM DEUS

Rev. Marialvo Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *