Servidores da Saúde realizam trabalho de monitoramento in loco das pessoas suspeitas para a Covid-19

De acordo com a legislação vigente, o casos suspeitos que não cumprirem a determinação serão encaminhados para esclarecimentos junto ao Ministério público
A Secretaria de Saúde estruturou uma equipe para atender as denúncias de pessoas que deveriam estar em quarentena ou isolamento social. De acordo com a legislação vigente, o casos suspeitos que não cumprirem a determinação serão encaminhados para esclarecimentos junto ao Ministério público, por se tratar de saúde pública.

Os servidores da Secretaria de Saúde realizam as visitas com o apoio da Guarda Municipal. Os profissionais se deslocam até o endereço das pessoas já com suspeita para Covid-19 e os mesmos recebem orientações para permanecerem em isolamento por 14 dias, a partir do início dos sintomas. Nos casos positivos após os 14 dias, a alta é dada após avaliação clínica do paciente, que pode ser feito por telemedicina.

Em média, quatro visitas diariamente são realizadas. O trabalho dos servidores nos domicílios de pessoas com suspeita do novo coronavírus iniciou na segunda-feira, 23.

Além disso, o morador preenche o termo de notificação e firma o termo de compromisso em permanecer isolado em seu imóvel até a alta concedida pela equipe organizada pela Secretaria de Saúde. A avaliação para o fim da quarentena ou isolamento domiciliar é feita por médicos, dentistas, enfermeiros e técnicos.

De acordo com o Secretário de Saúde, Thiago Daross Stefanello, a medida tem como objetivo evitar que casos suspeitos, que possam se tornar positivo, transmitam a doença por onde estiverem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *