Professor da rede publica municipal apresentaram abelhas sem ferrão a crianças e fala sobre os Jardins de Mel

Foto: Flávio Ulsenheimer/Assessoria de Imprensa/CMC

Professor da rede publica municipal apresentaram abelhas sem ferrão a crianças e fala sobre os Jardins de Mel

Cerca de 50 crianças do 3º e do 4º ano da Escola Municipal Aloys João Mann, acompanhados de quatro professores, assistiram na tarde desta terça-feira (26), no saguão da Câmara Municipal, a uma exposição sobre a criação de abelhas sem ferrão. A apresentação feita pelo professor Edvaldo Geraldo Júnior antecedeu a audiência pública que seria realizada à noite sobre esse assunto, promovida pela Comissão de Meio Ambiente.

Edvaldo, que é mestre em Aquicultura e Desenvolvimento Sustentável, mostrou aos estudantes e docentes a importância de se incentivar a criação das abelhas das espécies guaraipo, manduri, jataí e mirim, todas nativas do Brasil e inofensivas. Ele explicou que essas abelhas são uma excelente opção de geração de renda pela produção de mel, além de importantes vetores de polinização para hortas e pomares urbanos, podendo ser criadas até dentro de casas e apartamentos.

A ideia faz parte do projeto Jardins de Mel, já existente em Curitiba e que agora é apresentado a Cascavel pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara. Na exposição, que foi organizada pelo gabinete do vereador Celso Dal Molin (PL) em nome da Comissão, as crianças puderam ver de perto as caixas onde são criadas essas abelhas.

Para a professora Suzane Maria Ubinski, a atividade atraiu a atenção das crianças por ser atípica, já que não é um assunto comum e tão conhecido. “Todos eles conhecem as abelhas, mas puderam ter acesso a uma grande quantidade de informações novas sobre as espécies e sobre a importância delas para o meio ambiente”, afirmou ela.

Um dos alunos que ficou empolgado foi o João Paulo de Abreu Gonçalves, do 4º ano B. “Eu achei legal, pra gente aprender a proteger elas”, disse ele, que também não sabia que existiam abelhas sem ferrão e que não representam perigo às pessoas. João Paulo contou que mora em uma casa e que gostaria de poder ter também um Jardim de Mel para criar abelhas.

TEXTO VIA/ASSCOM DA CÂMARA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *