Placas alertam população sobre proibição de nadar no Lago

Há risco de afogamento, portanto, é expressamente proibido se banhar no local
Embora estejamos em pleno verão, o Lago Municipal de Cascavel não é local para se refrescar. Para reforçar esse alerta, a Defesa Civil colocou mais placas ao redor do alagado com o objetivo de alertar à população sobre essa proibição.As placas foram instaladas atendendo a Lei de 2017 sobre o Código de Posturas do Município. Ao todo, são 10 placas, sendo cinco duplas e cinco simples. O custo para os cofres públicos foi de R$ 4.754,00. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Márcio Ribeiro, a sinalização é para orientar a população que a finalidade do Lago não é o banho. “As placas têm o objetivo de conscientizar a comunidade alertando para os riscos de afogamentos, isso é uma das atribuições da Defesa Civil que atende à política nacional e do estado do Paraná de prevenção e proteção à vida”, comenta.

Conforme Ribeiro, todo fim de semana os guardas patrimoniais têm flagrado cidadãos ignorando a proibição e entrando no lago. Neste ano, a Defesa Civil já recebeu várias denúncias desse tipo. Vale destacar que infelizmente o Lago Municipal já foi cenário de um acidente fatal, quando em 2013 uma pessoa morreu no local ao entrar na água. “É proibido nadar no Lago Municipal de Cascavel e orientamos a população que não faça isso. A finalidade do Lago Municipal é passeio e apreciação da natureza, isso está definido na Lei de Posturas do Município. Os riscos são muito grandes e não se deve nadar”, alerta Ribeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *