Parra intercede e coloca escolas da Neva e Vila Tolentino na lista de reformas de 2020

Foto: Marcelino Duarte/Assessoria CMC

O vereador Roberto Parra (MDB) participou nesta semana de uma reunião preliminar com a Secretaria Municipal de Educação para definir programação de obras de reformas e ampliações de escolas e Cmeis de Cascavel. Parra fez uma defesa intransigente para que duas escolas fossem incluídas na lista de reformas para o ano que vem: a Escola Municipal Rubens Lopes e a Escola Municipal Nicanor Schumacher, que ficam localizadas nos bairros Neva e Vila Tolentino, respectivamente. “A comunidade escolar destas duas unidades enfrenta sérias dificuldades por conta de estrutura inadequada para a demanda. Elas não estavam contempladas na lista de unidades a serem reformadas, mas argumentamos e conseguimos fazer com que fossem incluídas”, anunciou.

Na próxima semana, nas últimas sessões ordinárias de 2019, a Câmara Municipal vai deliberar, entre outros projetos, sobre o Projeto de Lei nº 161/2019, que autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com o Banco do Brasil S.A. O projeto permite operação de crédito no valor de R$ 28 milhões, para serem utilizados na Secretaria de Educação. O projeto apontava, inicialmente, 17 escolas e CMEIs que serão contemplados com os recursos, além da compra de equipamentos de informática e móveis para as escolas. Agora, com a intervenção do vereador Parra, serão 19 escolas contempladas.

A lista de escolas e Cmeis que devem passar por reformas no ano que vem, conforme cronograma da Secretaria de Educação, foi apresentada aos vereadores nessa semana, durante reunião com a Secretária Márcia Baldini. Na ocasião foram relacionadas as obras já realizadas e as obras que estão no cronograma para o ano que vem e que dependem da aprovação dessa operação de crédito que está na Câmara.

“Eu fiquei indignado quando percebi que as duas escolas não estavam na lista das que vão receber reformas e ampliações no ano que vem. Para se ter ideia, eu lembrei que a Rubens Lopes, por exemplo, entre outros problemas, enfrenta sérias dificuldades com a rede elétrica. Quando ligam os ventiladores da sala chega a cair a chave de energia da escola, com sobrecarga”, comenta o vereador Parra.

Fonte/Assessoria de Imprensa/CMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *