Novo modelo de concessão das rodovias é discutido em Cascavel

Prefeito Paranhos e representantes da sociedade organizada de Cascavel têm reunião de trabalho com representantes do DER, DNIT e Ministério da Infraestrutura

O prefeito Leonaldo Paranhos, o presidente do IPC (Instituto de Planejamento de Cascavel), Edson Vasconcelos, o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, representantes das Polícias Rodoviárias Federal e Estadual, representantes da Acic (Associação Comercial Industrial de Cascavel), Sindicato Rural Patronal e outras entidades de classe e setor produtivo, participaram hoje (18) de uma reunião, na Escolinha de Trânsito do DER (Departamento de Estradas de Rodagem) com representantes do DNIT, DER e Ministério da Infraestrutura.

O encontro tratou da parceria com o DER e Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística do Paraná, para a discussão sobre as novas concessões e o novo anel de integração nas rodovias do Paraná. O prefeito Leonaldo Paranhos questionou os representantes do Governo Federal e Estadual quanto ao modelo de contrato apresentado inicialmente. “Temos uma região de produtores que transportam grãos para Paranaguá usando rodovias e, por isso, debatemos o novo modelo de concessão. O que nos deixou a vontade foi o fato de que todas as obras necessárias, primeiro serão feitas para depois ter a cobrança. Será um pedágio de manutenção e depois de realizar as intervenções, como duplicações, terceira pista e trevos, daí sim começa a começa a cobrança que é um teto de 30% de uma tarifa normal. E é claro que apresentamos nossas demandas regionais, viadutos e contorno, usando todo conhecimento dos segmentos do nosso setor de produção”, disse o prefeito.

Paranhos ainda falou durante a reunião com os representantes do Ministério da Infraestrutura, da necessidade de trincheiras e contornos. “Teremos que ter nossos contornos e isso já relatamos e agora vamos documentar”, completou.

São 4 mil quilômetros de rodovias federais e estaduais que estão sendo estudas pela EPL (Empresa de Planejamento e Logística, vinculada ao Governo Federal) para se  entender qual a melhor forma de fazer a concessão das rodovias. Já foram realizadas reuniões como esta em Curitiba, Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Francisco Beltrão e Pato Branco.

A rodada de discussões encerra amanhã (19) em Foz. Em janeiro devem começar as reuniões no Norte do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *