Novo ecopark concentrará diversão, lazer e arte

Esculturas serão um espetáculo à parte no novo cartão-postal da cidade que deverá ser inaugurado em fevereiro, mas que já atrai pessoas diariamente para momentos de lazer

“Uma maravilha. Está uma coisa linda!” A afirmação foi feita pelo aposentado Onofre Pereira de Souza, que há 36 anos mora no Bairro Santa Cruz. A felicidade dele é com  a transformação de uma área verde, que durante anos foi motivo de preocupação entre os moradores devido ao excesso de mato e animais peçonhentos.

Estamos falando do EcoPark Santa Cruz. Uma área de 203.173 metros quadrados que vem sendo  restaurada e vai beneficiar uma população superior a 69 mil habitantes. A obra deve ser entregue à população no mês de fevereiro, mas já tem muita gente usufruindo da estrutura pronta, como as pistas de caminhada e ciclovia, o lago e a iluminação.

O que tem chamado a atenção dos frequentadores do local é a construção de esculturas em cimento, pedra, areia, ferro e tela. “Estas esculturas de peixe, boi, aves, suínos, cobra, cachorro, gato, tartaruga e uma onça entre outras não foram escolhidas de forma aleatória. Elas representam a nossa fauna e também o nosso potencial produtivo agropecuário. Com estes elementos representados queremos mostrar para a população parte do que produzimos no campo e a nossa biodiversidade”, disse o escultor, Luiz Gagliastri.

Os trabalhos foram iniciados há quatro meses. As armações das esculturas foram feitas em Curitiba e transportadas para Cascavel, onde estão sendo montadas e posteriormente serão grafitadas e depois plantada a Hera (Uma espécie de planta angiosperma trepadeira),  que revestirá toda escultura. Além destas esculturas que estão em construção, outras peças já prontas também deverão fazer parte do acervo do Ecopark Santa Cruz. São peças que integraram a exposição “asas da imaginação”, no centro da cidade. São libélulas, beija-flor formiga e abelha que também poderão ser levadas para outros espaços públicos.

“O EcoparkSanta Cruz é um espaço nobre em nossa cidade. Um projeto que o  governo do prefeito Paranhos vai fazer e que vai ficar para a posteridade. A arte esta inserida nocontexto da qualidade de vida das pessoas. ‘O parque das esculturas’ será um diferencial neste governo e toda a região do Santa Cruz saberá valorizar. A democratização da cultura é mais uma ação do Governo Municipal, através da Secretaria de Cultura. Nós temos que chegar onde a população está e esta é mais uma ação que vem ao encontro  deste objetivo”, explicou o secretário de cultura, Ricardo Bulgarelli.

Ecopark Oeste

O Ecopark Oeste está localizado entre a Rua Públio Pimentel e Avenida das Torres, no Território Cidadão III. De acordo com a concorrência 24/18 para a construção do parque linear do Córrego Bezerra, o valor máximo da licitação foi fixado em R$ 16.305.292,30, mas a empresa vencedora da licitação ofereceu proposta de R$ 13.285.014,80, o que proporcionou uma economia de R$ 3.020.277,50, o equivalente a 18,5%.

O projeto do Ecopark foi viabilizado através de convênio entre o Município e Itaipu Binacional, com articulação do deputado federal Evandro Roman, compreendendo a recuperação do córrego com plantio de árvores, proteção ambiental em seu entorno, instalada pista de caminhada, “Parcão” (área comum onde os animais de estimação poderão frequentar com seus donos) ciclovia, paraciclos, horta escola, lago, estacionamento, pontos de travessia e  equipamentos de alongamento e atividades físicas.

O projeto também contempla a infraestrutura para a recuperação e drenagem do córrego, ou seja, a margem será toda revitalizada com o plantio de árvores, grama e recomposição da mata ciliar, que vão garantir a preservação do curso de água. A parte mais deteriorada, localizada no Bairro Santa Cruz, foi canalizada e o trecho integrante do loteamento FAG terá mata ciliar recuperada, beneficiando o microclima local e o meio ambiente como um todo.

De acordo com Ulysses Afonso Zaror, engenheiro civil  e fiscal da obra , “estamos na fase de conclusão de todos os serviços, inclusive ajustando alguns serviços que já estavam prontos. Os bueiros foram concluídos, todo o canal em gabião, as pontes, os pergolados, a instalação dos equipamentos, parcão, ciclovia e pista de caminhada. Estamos concluindo a pavimentação, sinalização horizontal e vertical, plantio das arvores, plantio de grama. Os últimos acabamentos do lago e: concluindo a cerca e os acessos do parque”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *