Médicos convocados para cobrir férias não assumem e pacientes sofrem nas UPAs

Em resposta a ofício do vereador Fernando Hallberg (PDT), a Secretaria de Saúde de Cascavel informou que nenhum dos 14 médicos convocados em janeiro se apresentou para assumir o cargo. Na última convocação de 2019, feita em novembro, haviam sido chamados 16 profissionais e somente 4 ocuparam as vagas. Segundo o documento assinado pelo secretário Thiago Stefanello, foram liberadas horas extras com o objetivo de cobrir a escala.

Mas não tem sido suficiente, na opinião do parlamentar. Hallberg anexou ao seu ofício as reclamações e apelos que recebeu de moradores que buscaram atendimento nas UPAs e foram prejudicados pela falta de médicos. No total, 10 médicos lotados nas UPAs saíram de férias em diferentes períodos durante o mês de janeiro. Para fevereiro, mais 12 profissionais devem se ausentar pelo mesmo motivo.

Foto: Marcelino Duarte/Assessoria de Imprensa/CMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *