Local onde motociclista morreu em acidente já havia sido alvo de pedido de Hallberg

A Rua Edson Beller de Oliveira, localizada na Região do Lago, em Cascavel, é uma via sem saída, isso por que um muro separa um condomínio militar das demais residências. No local não há placas indicativas de “rua sem saída”, nem outro tipo de sinalização visível, principalmente à noite.

No ano passado, em meados de março, o vereador Fernando Hallberg (PDT) encaminhou indicação a Cettrans (Companhia de Engenharia de Transporte e Trânsito) solicitando a placa e a sinalização adequada. Em abril, a companhia, por meio do ofício 283/2018, informou que o pedido já havia sido colocado no cronograma de serviço. Um ano e oito meses depois, no local, um motociclista atravessou o muro do condomínio, sofreu traumatismo craniano, e morreu no Hospital Universitário, no último sábado, dia 07.

Outro acidente já havia ocorrido, no mesmo ponto, na madrugada do dia 16 de março de 2018, um jovem, que conduzia um carro, colidiu contra o muro. Ele entrou na justiça, em agosto deste ano saiu uma resposta, o 2º Juizado Especial da Fazenda Pública de Cascavel, condenou o município a pagar cerca de R$ 7 mil ao motorista por danos materiais. O juiz alegou falta de iluminação pública, falta de sinalização e disse que o acidente poderia ser evitado se a via estivesse regular. O município ainda pode recorrer da decisão.

A população da região há tempos vem pedindo a sinalização e afirma que os acidentes ocorrem pela falta de placas e de iluminação. A equipe do vereador Hallberg está redigindo os documentos necessários para adequação da Rua Edson Beller de Oliveira, afim de proteger os cidadãos.

Fonte/Assessoria de Imprensa / Fernando Hallberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *