Laboratório Central de Cascavel realizou mais de um milhão de exames gratuitos em 2019

Qualidade dos serviços é avaliada mensalmente e sempre obtém excelência

Estar doente e ainda ter que lidar com uma série de exames para fazer é uma situação muito delicada, e, muitas vezes, até mesmo extremamente cara. No entanto, os cascavelenses podem se orgulhar de ter um atendimento ágil, de qualidade e totalmente gratuito quando tem seus exames encaminhados para o Laboratório Central de Cascavel, que, chega a atender, em média, 380 pacientes e realiza 4 mil exames diariamente. Somente no ano de 2019, foram aferidos mais de um milhão de exames na unidade.

A variedade de exames é vasta, são mais de 125 tipos. Dentre eles, para diagnósticos de hepatites B e C, toxoplasmose, rubéola, Epstein barr vírus, chagas, hemograma, tipagem sanguínea, urocultura e antibiograma, PPD, colesterol total, triglicerídeos e entre outros.

Aliás, o Laboratório é uma referência na 10ª Regional de Saúde no que se refere ao diagnóstico de HIV, sífilis, tuberculose, hanseníase e outros agravos de interesse de saúde pública, inclusive com certificação do Ministério da Saúde. Somado a isso, há o trabalho humanizado e dedicado dos servidores, o que contribui para o bom desempenho dos atendimentos.

Para a coordenadora técnica e analista clínica da instituição, Nely Tschurtshenthaler, a qualidade dos serviços tem atraído cidadãos de atendimentos particulares. “Temos observado uma grande migração dos planos de saúde para os serviços públicos, mesmo porque nossos serviços, de forma geral, apresentam qualidade e resolutividade. Isso reflete no número de atendimentos, associado a políticas de prevenção e promoção de saúde”, explica.

O fato de ter mais exames realizados que o número de habitantes de Cascavel tem uma explicação. Segundo a coordenadora, os cidadãos costumam fazer, geralmente, mais de um exame a cada pedido médico. “Uma paciente gestante, por exemplo, coleta exames pelo menos três vezes durante seu pré-natal, já pacientes hipertensos e diabéticos a cada três meses fazem exames de controle, e isso faz com que nossos números cresçam muito”, detalha.

Vale destacar que o Laboratório Central atende exclusivamente as unidades de saúde do Município. Obrigatoriamente tem que haver um pedido médico de uma unidade de Saúde. De forma geral, as coletas são realizadas nas unidades e os materiais transportados ao laboratório, com exceção de casos específicos que demandam de uma coleta exclusiva dentro do Laboratório.

CERTIFICAÇÃO

O Laboratório Central de Cascavel participa de Avaliações Externas da Qualidade desde 1999. Desde lá, a unidade sempre teve o trabalho certificado com excelência nas avaliações mensais e anuais.

A avaliação consiste no recebimento de amostras de materiais biológicos com resultados desconhecidos, que são submetidas e inseridas na rotina laboratorial junto às amostras biológicas dos pacientes.

Após a realização dos exames, os resultados são enviados à Central do PNCQ (Programa Nacional de Controle de Qualidade), no Rio de Janeiro, onde são avaliados, para emissão de uma Nota Mensal.

Após 12 meses, no entanto, é feita uma média para emissão da Certificação. Para se obter a Certificação de Excelência, a média anual deve ser igual ou superior a 80% de acertos. O Laboratório, por sua vez, conquistou uma média anual de 94,42%, em 2019, gabaritando o trabalho excepcional realizado na unidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *