Governo empossa membros do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente na segunda

O Governo do Estado dará posse, na próxima segunda-feira (25), aos integrantes do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) para o biênio 2021/2023. A nova presidente será Ângela Mendonça, chefe do Departamento de Políticas para Crianças e Adolescentes da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho. A cerimônia será realizada no 7º andar do Palácio das Araucárias, às 14 horas, em formato híbrido (presencial e online).

O CEDCA foi criado através da Lei 9.579/1991. É um colegiado consultivo, deliberativo e que controla as ações de atendimento à infância e à juventude. Possui natureza estatal especial, com instância pública coletiva, composto de forma paritária com representantes governamentais e não governamentais. É responsável pela aplicação de recursos do Fundo Estadual para a Infância e Adolescência (FIA/PR).

Segundo o secretário Ney Leprevost, o CEDCA foi responsável por liberar R$ 8,5 milhões aos municípios na semana passada para dar apoio aos responsáveis por crianças e adolescente que perderam pai, mãe ou a fonte de sustento da família durante a pandemia. Recentemente, também deliberou sobre o aporte de R$ 4,19 milhões para ações de proteção a crianças e adolescentes que sofrem ameaças.

“Estamos investindo cada vez mais para garantir os direitos que as crianças e adolescentes do Paraná precisam, levando mais proteção e dignidade a esse público. Os novos membros assumem o colegiado em um momento importante da nossa história. Temos que lidar com os reflexos da pandemia de maneira assertiva e rápida”, disse o secretário.

A nova presidente disse que o CEDCA é parte da história e da memória democrática da gestão pública de crianças e adolescentes do Paraná. “É uma grande responsabilidade dar sequência ao grande trabalho que o Conselho faz. Queremos avançar nas grandes demandas de proteção que ainda temos por construir. O respeito a esse colegiado e a natureza democrática desse conselho é muito importante nesse momento da história”, afirmou Ângela.

Os conselheiros se dividem em governamentais e da Sociedade Civil Organizada:

Conselheiros Governamentais: Ângela Mendonça (Suplente: Priscila Polatti Veiga); Juliana Muller Sabbag (Suplente: Larissa Marsolik); David Pancoti (Suplente: Solimar de Gouveia); Silvio Renato Fernandes (Suplente: Walmir dos Santos); Christianne Salomon (Suplente: Allan Kolodzieiski); Ângela de Mello Nasser (Suplente: Rosineide Frez); Antônio Carlos Dourado (Suplente: Jacqueline Alberge Ribas); Luciméia Swiech (Suplente: Ellen Moço Martins); Jhonathan Braghini (Suplente: Lenise Rosseto da Silva); e Sandra Cristina Ferreira (Suplente: Amália Regina Donegá).

Conselheiros da Sociedade Civil Organizada: Hospital Pequeno Príncipe – Rodrigo Silva Bonfim (Suplente: Márcio Bernardes de Carvalho); ACRIDAS – Marcelo Souza (Suplente: Vivian Ramos Corrêa); AFECE – Maíra Tavares de Oliveira ( Suplente: Lucilene Regina Marques); Associação Paranaense de Cultura – Débora Cristina dos Reis Costa (Suplente: Cecília Landarin Heleno); Guarda Mirim de Foz do Iguaçu – Renann Ferreira (Suplente: Hélio Candido do Carmo); Associação Canaã – Tiene de Almeida Duarte (Suplente: Anderson Kasnocha); APAE de Santo Antônio da Platina – Amanda dos Santos Barbosa (Suplente: Nilson Candia); Instituto Leonardo Murialdo – Alexandra Alves José (Suplente: Márcia Gonçalves Valim Paiva); AAMEC – João Marcos Palmeira (Suplente: Marcos Paulo Camargo); Associação Antônio e Marcos Cavanis – Adriano Roberto dos Santos (Suplente: Suzian Fidelix); Organização Ledi Mass Lions – Ires Scuzziato (Suplente: Alini Cristini Neves); e APOFILAB – Maria Tereza Chaves (Suplente: Carolina Portes).

Foto: Aliocha Maurício/Arquivo AEN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *