Governo articula e apoia novas ideias e soluções

Com nove ecossistemas regionais de inovação, 18 parques tecnológicos, sete universidades estaduais, quatro federais e mais da metade das cidades com polos universitários, o Paraná é hoje um dos líderes brasileiros em tecnologia e inovação.  Na tríplice hélice formada por formada por academia, setor privado e setor público, o governo paranaense vem buscando ampliar ações para incentivar novas soluções e ideias que ajudem o desenvolvimento do Estado.

Na abertura do Espaço Paraná Inovador da Viasoft Connect 2020, um dos eventos que compõem a programação da Semana da Inovação do Paraná, nesta quinta-feira (10), o chefe da Casa Civil, Guto Silva falou sobre o papel do governo nesse processo. “O Estado não tem condições de fazer tudo, mas pode apoiar, estimular o setor produtivo, reduzir a burocracia, articular e unir todos os integrantes da tríplice hélice”, afirmou.

Ele ressaltou que durante a Semana de Inovação, que vai até o dia 12, o governo lança novos programas e iniciativas que somam R$ 10 milhões para fomentar a inovação.

DESBUROCRATIZAR – O chefe da Casa Civil destacou a importância do Programa Descomplica, lançado no ano passado para desburocratizar e facilitar a vida do empreendedor, agilizando protocolos para licenciamento, abertura e funcionamento de novas empresas. Hoje, é possível abrir uma empresa em menos de 24 horas no Estado.

O programa já tem vertentes nas áreas rural e de telecomunicações e recentemente ganhou a versão Descomplica Junta 100% Digital, que acaba com a necessidade de protocolos físicos.

NOVA LEI – Silva mencionou, ainda, que o Governo encaminhou no final de novembro à Assembleia Legislativa a nova lei de inovação, resultado de debate entre a comunidade acadêmica e o setor empresarial e produtivo.

A expectativa é minimizar barreiras legais, que dificultam o desenvolvimento do setor produtivo, e proporcionar segurança jurídica a pesquisadores e empresários.

SOLUÇÕES ACELERADAS – No evento, o superintendente- geral de Inovação do Estado, Henrique Domakoski, explicou que o governo trabalha a inovação em duas frentes – interna e externa. As ações internas são aquelas que o tornam mais ágil, moderno, eficiente e digital. As externas são aquelas que fomentam o ecossistema de inovação, estimulando o surgimento de novas startups e aproximando governo, academia e empresas.

A pandemia do coronavírus acelerou iniciativas internas, com a oferta de mais serviços estaduais digitais para atender a população. E também fez com que o Estado incentivasse, por meio de programas apoiados pelo setor privado, startups a buscarem soluções que ajudassem no enfrentamento da pandemia e na retomada econômica.

Um exemplo é o Saúde Tech, realizado em conjunto com o Senai, que envolveu investimentos de R$ 1,4 milhão aplicados em empresas de base tecnológica na área da saúde com soluções já desenvolvidas para resolver desafios surgidos com a pandemia.

A importância dessas iniciativas, explicou Domakoski, pode ser medida em números. “Dados do IBGE mostram que as empresas de alto crescimento, onde estão as startups e empresas de tecnologia, representam 70% dos postos de trabalho com maior valor agregado no Brasil”, disse.

SEMANA DE INOVAÇÃO – Totalmente digital e gratuita,  segunda edição da Semana Paraná de Inovação começou no dia 7 e vai até sábado (12). A programação inclui quatro grandes eventos: o MyInova Day,  a Smart City Session, o 2° Cybersec e a Viasoft Connect 2020, realizados por instituições parceiras, que tratam, entre outros temas, de  segurança cibernética, desafios tecnológicos para empresas, soluções inovadoras resultantes da pandemia, tendências tecnológicas e mudanças no cenário regional e global, entre outros.

As inscrições para todos os eventos da Semana de Inovação do Paraná são gratuitas e devem ser feitas no site http://www.semanadeinovacao.pr.gov.br/#home. A programação completa, palestrantes e horários também estão disponíveis no endereço eletrônico.

A Semana de Inovação do Paraná é uma realização do Governo do Estado, com a coordenação da Superintendência Geral de Inovação, vinculada à Casa Civil, apoio da Celepar e parceria da Fundação Araucária, Tecpar, Sebrae e Detran/PR.

Foto: Casa Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *