Delegado Alexandre Macorin é reeleito membro do Conselho da PCPR

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) divulgou o resultado da eleição para novo membro do Conselho da instituição no início da noite de quarta-feira (19), durante solenidade na Corregedoria da PCPR. O delegado Alexandre Macorin de Lima foi reeleito para a vaga com 242 dos votos.

A eleição foi realizada de forma eletrônica. Os votos foram computados e apurados pela Coordenação de Informática da PCPR. Ao todo, votaram 329 eleitores de um total de 370.

O corregedor geral da PCPR, Marcelo Lemos de Oliveira, que também preside a Comissão Eleitoral, ressalta que tudo ocorreu bem durante a eleição e apuração dos votos. “O vitorioso Macorin foi escolhido por toda classe de delegados atuantes no Estado, agora encaminharemos toda a documentação ao Conselho da PCPR para dar prosseguimento a posse do eleito”, diz.

Para integrar o Conselho da PCPR o delegado deve estar em exercício da profissão e pertencer à 1ª classe. Além disso, o eleito não pode estar respondendo a procedimentos criminais ou disciplinares e nem ter sido condenado nesses procedimentos nos últimos cinco anos.

Macorin agradeceu todos os que o apoiaram e avaliou que o resultado das eleições foi muito além do esperado. “Isso gera uma felicidade, mas acima de tudo uma responsabilidade. Me coloco mais uma vez à disposição de todos os colegas, inclusive daqueles que não votaram em mim, para atender a todos como conselheiro”, ressalta.

O conselheiro reeleito não poderá participar das próximas eleições para ocupar a cadeira, pois este já é o seu segundo mandato. O máximo permitido, conforme as regras. “Vou procurar nestes dois anos fazer todo o possível para atender os meus pares dentro das minhas limitações. Ajudar o delegado-geral, o delegado-geral adjunto e o departamento. De forma uníssona podemos trazer ganhos para a instituição”, completa Macorin.

O papel do conselheiro, além de exercer suas funções de polícia judiciária, é auxiliar em julgamentos e deliberações administrativas que se referem a assuntos internos da instituição. O Conselho da PCPR é composto por oito membros, além do delegado-geral que é o presidente.

Para o conselheiro e procurador do Estado, Bruno Assoni, foi um avanço conseguir implementar a possibilidade de ter um membro eleito pela própria categoria. “Houve uma mudança da última eleição para esta, pois na última todos os ativos eram candidatos virtuais e desta vez apenas aqueles que manifestaram interesse participaram da eleição. Devido a esta modificação houve uma mudança significativa na sistemática, mas foi bem satisfatório o resultado”, finaliza.

Segundo o delegado da PCPR, Lanevilton Theodoro Moreira, conselheiro e membro da Comissão Eleitoral, a eleição ocorreu forma tranquila e transparente. Todos os delegados de polícia em atividade no âmbito da Secretaria do Estado da Segurança Pública tiveram oportunidade de votar. “A gente parabeniza o conselheiro reeleito. Estando a classe certamente ciente de que ele exerce a função de conselheiro de forma muito proativa, contribuindo para os assuntos que dizem respeito às carreiras dos policiais civis e às diretrizes que hoje regem a instituição”, finaliza.

O delegado presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná, Daniel Fagundes, também considera essa edição das eleições uma conquista. “Das nove cadeiras do Conselho, conseguimos que uma delas fosse escolhida pela classe, o que é justo”, afirma.

Por fim, Fagundes parabeniza o delegado eleito. “Se foi reeleito é porque fez uma boa gestão da primeira vez. Merece os votos, os nossos aplausos, nossa consideração e nosso parabéns”, frisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *