Deficiência auditiva não atrapalhou a conquista do título da Seleção Brasileira de Futsal

Foto: Asscom da Prefeitura

Deficiência auditiva não atrapalhou a conquista do título da Seleção Brasileira de Futsal

Atletas com deficiência auditiva foram recebidas pelo prefeito Leonaldo Paranhos e os vereadores Josué de Souza, Carlinhos de Oliveira e o presidente da Câmara Alécio Espínola, além de familiares e amigos na tarde do dia (18). Na bagagem elas trouxeram para Cascavel a conquista de campeãs mundiais de Futebol de Salão para Surdos, a goleira Wanezza Wons e a artilheira Laelen Brizola. A recepção aconteceu no saguão da Prefeitura Municipal onde as atletas foram homenageadas pela conquista e pela trajetória na categoria.

A Seleção Brasileira, com as duas cascavelenses no elenco, conquistou o título inédito vencendo todos os confrontos na competição. O prefeito Paranhos, que fez questão apoiar as jogadoras quando do embarque para a Suíça, disse que “o esporte é a ferramenta mais econômica que tem para tirar crianças, jovens e adolescentes das drogas, por isso, estamos fazendo o Cultura em Ação e a Escola Feliz exatamente para ter muito mais pessoas envolvidas no esporte e na cultura. E diante disso lançamos o desafio de fazer o ‘Passaporte do Esporte e da Cultura’, que nada mais é que a viabilização de um atleta que se desponta e que quer participar de ventos estaduais, nacionais ou internacionais e que não tem condições, mas o poder público, através de suas articulações, pode garantir a participação destes atletas”.

Paranhos destacou a conquista do Futebol de Salão para Surdos como um grande incentivo para a vida. “A motivação que estas meninas nos dão com toda as suas dificuldades e limitações, nos constrange a fazer cada dia mais, criar mais oportunidades; são pessoas que se dedicam e cumprem rigorosamente seus sonhos e desejos. Por isso, o poder público estará sempre à frente, presente, abrindo portas para outras pessoas chegarem ao mesmo patamar”.

A competição que deu o título à Seleção Brasileira foi disputada na Suíça, no último fim de semana. No início do jogo da grande final, a cascavelense Laelen Brizola, abriu o placar para o Brasil. Aos 17 minutos Stefany ampliou: 2×0 no primeiro tempo. Já no segundo tempo do jogo, aos 7 minutos, Andressa marcou o terceiro do Brasil e Thalita marcou o 4º gol, fechando o placar em Brasil 4 x Polônia 0.

O presidente da Fundação Municipal de Cultura e Esportes, Leo Mion falou que “o Município, dentro de suas possibilidades tem dado o suporte necessário para os atletas representar e às vezes até um pouco mais. O Governo Municipal precisa estar sempre criando instrumentos para que possa cada vez auxiliar estas atletas, dentro daquilo que se propõe”.

As atletas através das tradutoras de libras, Patrícia Salvador e Josiane Israel, agradeceram o apoio recebido das famílias, dos amigos e da Prefeitura de Cascavel. De acordo com elas, “este reconhecimento fará com que o futebol feminino seja ainda mais valorizado, não apenas em Cascavel, mas em todo o Brasil. A conquista do título foi importante para quebrar mais uma barreira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *