Coronavírus: Acessos a Cascavel serão fechados a partir de segunda

Esta foi uma das medidas adotadas pelo COE que determinou ainda a suspensão de 100% do transporte coletivo a partir deste domingo
O Comitê de Operação de Emergência (COE) deliberou, na manhã deste domingo (22), uma nova série de medidas para enfrentar o avanço do coronavírus (Covid-19). Um novo decreto está em elaboração ampliando as restrições ao público. As novas decisões foram tomadas após a publicação da portaria do Ministério da Saúde  que passou a considerar transmissão comunitária em todo o Brasil.

Os detalhes das novas medidas, que são rigorosas, serão divulgadas em uma entrevista coletiva na manhã deste domingo (22) no auditório da Prefeitura de Cascavel. O prefeito Leonaldo Paranhos adiantou, no entanto, algumas das ações deliberadas pelo COE.

A partir da zero hora de segunda-feira (23), por exemplo, todos os cinco acessos a Cascavel serão fechados. Operações conjuntas serão desencadeadas pela Guarda Municipal, Guarda Civil, Defesa Civil, Polícia Militar e Polícia Civil. O prefeito Paranhos convidou o Exército para coordenar as ações de bloqueios dos acessos a Cascavel. “Precisamos, de fato, conter a possível curva de crescimento que teremos no final do mês de março, abril e até maio”, disse o prefeito.

 Transporte coletivo

O transporte coletivo, que já estava funcionando com frota reduzida vai parar totalmente a partir deste sábado (22). A medida foi tomada porque não houve adesão ao isolamento social por muitas pessoas. Todos os terminais de transbordo amanhecerão fechados.

As agência bancárias também serão fechadas. “Quero recomendar aqui, de forma muito respeitosa, que usem os mecanismos eletrônicos para fazer seus pagamentos”, disse o prefeito. Ele também solicitou, mas ainda não obteve resposta, que a Copel e a Sanepar se abstenham de fazer corte de luz e de água nesse período.

Hotéis/hospitais

Amanhã, serão anunciadas medidas de curto, médio e longo prazos. Dentro do planejamento a longo prazo, os hotéis da cidade poderão ser requisitados e transformados em hospitais temporários. O prefeito destacou que este não é o objetivo, mas que a medida não está descartada. “Nosso objetivo, e será muito forte se isso acontecer, é evitar a contaminação em massa”, disse o prefeito. “Amanhã estaremos anunciando como será o filtro de tudo isso. Vamos separar, inclusive, os tratamentos de outras patologias, segregando em outras unidades e fazendo a triagem de  todos os possíveis suspeitos do coronavirus para que não haja o encontro de uma pessoa que tem os sintomas do coronavirus com uma pessoa  que tem outro problema de saúde”, completou o prefeito.

Boletim

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou na manhã de hoje (21), o novo boletim sobre casos em investigação em Cascavel. São 122 casos suspeitos, sete descartados e 115 pessoas que estão em isolamento domiciliar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *