Comissão de Trânsito apresenta pacote de sugestões para o transporte público

Foto: Flavio Ulsenheimer/ Assessoria CMC

Na manhã desta quinta-feira (12), a Comissão de Segurança Pública e Trânsito, composta pelos vereadores Fernando Hallberg (PDT), Pedro Sampaio (PSDB) e Policial Madril (PMB), apresentou o pacote de sugestões para o novo contrato de concessão do transporte coletivo. Estiveram presentes membros da Transitar/Cettrans, do IPC (Instituto de Planejamento de Cascavel), do Sinttracovel (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano de Cascavel), do Contrans (Comitê de Trânsito de Cascavel), das empresas operadoras (Pioneira e Viação Capital) e ainda a população em geral.

Dentre as sugestões estão a volta dos ônibus articulados e micros, implantação de veículos maiores em algumas linhas e ainda há a recomendação de aumentar o número de empresas. A comissão dividiu a cidade em três lotes, um contemplando as linhas dos corredores e a Sul/Estação Central, um com as regiões oeste e sul e outro lote contemplando as regiões norte e leste. Cada lote ficaria com uma concessionária.

Sobre os veículos, a comissão propõe ônibus mais confortáveis e completos, com Wi-Fi, tomadas USB, ar-condicionado, poltronas estofadas, motor elétrico e suspensão a ar. Esses são benefícios para tornar as viagens mais agradáveis e com qualidade.

As ideias levam em conta o conceito de smart cities (cidades inteligentes), já trabalhado pelo executivo municipal e que representa a evolução de Cascavel. O pacote chega de olho no futuro, pois o novo contrato é de 10 anos, podendo ser renovado por mais 10 anos. As sugestões já estão com a Transitar/Cettrans e com o IPC. Esse debate foi realizado dois anos antes do fim do atual contrato, que termina em dezembro de 2021.

Fonte/Assessoria de Imprensa/ Vereador Fernando Hallberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *