Com redução de até 80% nos borrachudos, projeto será ampliado

Projeto de Controle Biológico de Borrachudos na Bacia Hidrográfica de Cascavel será estendido até Sede Alvorada

A alta infestação de borrachudos na zona rural de Cascavel foi o estopim para a realização de um projeto pioneiro no Município: o de Controle Biológico de Borrachudos na Bacia Hidrográfica de Cascavel. Iniciado em novembro de 2019, ao longo dos Rios São Francisco e Cara e seus afluentes, os primeiros resultados já são animadores, visto que há relatos de produtores rurais que obtiveram a redução de até 80% dos mosquitos nas propriedades.

Para chegar a esse resultado, os trabalhadores rurais receberam treinamento para aplicarem o BTI (larvicida biológico) em suas propriedades, chegando a 219 pontos de aplicação. Com esse primeiro balanço positivo, o projeto será ampliado, garante o secretário de Meio ambiente, Wagner Yonegura. “O resultado foi bem mais que o esperado. O objetivo agora é ampliar as aplicações até Sede alvorada, contemplando uma faixa de 25 km, contabilizando os rios e os afluentes, ou seja, serão cobertos todos os Rios de Cascavel à Sede Alvorada”, detalha.

A próxima fase do projeto contará com a aplicação em 350 pontos, incluindo os afluentes do Rio Lopei e a continuidade do Rio São Francisco. A conclusão dessa etapa está prevista para maio de 2021.

Devido a sua grande importância no âmbito médico-sanitário e socioeconômico para a cidade de Cascavel, o controle de borrachudos é fundamental para assegurar o bem-estar da população e dos animais e também o controle de enfermidades, visto que os mosquitos são vetores de doenças como bactérias, helmintos, protozoários, nematóides, oncocercose, mansonelose e penfigo-foliáceo e alergias.

O projeto é fruto de uma parceria das Secretarias do Meio Ambiente, Agricultura e de Saúde, além do Sindicato Rural Patronal de Cascavel e Sanepar.

EVENTO

Diante desse panorama positivo será apresentado o balanço da primeira fase do projeto em evento com os anúncios dos Investimentos no Interior na próxima sexta-feira (31), às 15h, na Associação de Moradores do Distrito de Sede Alvorada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *