Com medidas do Governo, isolamento ultrapassa 50%

O índice de isolamento social ultrapassou 50% pela primeira vez desde agosto neste domingo (6) no Paraná, em reflexo das medidas adotadas pelo Governo do Estado e pelas prefeituras para controlar a circulação do novo coronavírus. Segundo o In Loco, empresa que utiliza dados anônimos de localização, o Paraná atingiu 56% de isolamento, terceiro melhor índice do País, atrás apenas de Santa Catarina e Acre. No sábado, o número foi de 42,6%.

A média do Brasil no domingo foi de 49,1% – apenas sete estados ultrapassaram 50% de isolamento social. A última vez que o Paraná atingiu mais da metade da população em casa foi em 16 de agosto, há três meses e meio, com 53,8%.

O auge do isolamento social no Estado aconteceu em 22 de março, no domingo que sucedeu as primeiras medidas de controle de circulação, com 65,5%. Desde então o isolamento caiu paulatinamente até chegar a 42,2% no dia 15 de novembro, data das eleições de Primeiro Turno e feriado da Proclamação da República. Os domingos costumam ser os melhores índices da semana.

SIATE E SAMU –  Segundo levantamento da Secretaria Estadual da Saúde, os atendimentos do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), focados em situações graves, tiveram redução de 15% neste fim de semana (5 e 6) em Curitiba e Região Metropolitana, área mais populosa do Estado. Esse dado corrobora a importância das medidas para baixar o nível de estresse nas unidades de saúde.

Os atendimentos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), de casos mais moderados, tiveram redução de 32%. A média de queda foi de 20,4%, segundo a Saúde. Os números levam em conta acionamentos, e não pessoas que procuraram diretamente os hospitais ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

MEDIDAS – O Governo do Estado ampliou na semana passada as medidas restritivas para evitar a propagação da Covid-19 e conter o aumento das infecções no Paraná. O decreto 6.294/2020 proíbe confraternizações e eventos presenciais que causem aglomerações com grupos de mais de 10 pessoas, e a comercialização e consumo em vias e espaços públicos de bebidas alcoólicas das 23 horas às 5 horas. A decisão acompanha o impedimento provisório da circulação de pessoas no mesmo período.

O Governo do Estado reativou nas duas últimas semanas 573 leitos de atendimento exclusivo à Covid-19 para dar conta da alta demanda de pedidos de internamento. Foram disponibilizados 159 leitos de UTI e 414 de enfermaria. Destes, 321 (93 UTIs e 228 enfermarias) foram em Curitiba e região. A taxa de ocupação das UTIs nesta segunda-feira (7) está em 88%.

Foto: José Fernando Ogura/AEN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *