Câmara de Cascavel vai devolver R$ 5,2 milhões aos cofres da prefeitura

Em ato no gabinete da presidência, a Câmara Municipal de Cascavel faz amanhã, sexta-feira (20) a devolução de R$ 5,2 milhões aos cofres da Prefeitura, resultado de sobras financeiras do exercício de 2019. A solenidade, que contará com a presença do prefeito Leonaldo Paranhos (PSC) e vereadores, será às 9 horas no gabinete do presidente Alécio Espínola (PSC).

Esse é o maior volume de sobras devolvidas ao Executivo na história do Legislativo de Cascavel. Vale lembrar que além desses quase R$ 5,3 milhões, a Câmara Municipal de Cascavel já havia deixado de usar, neste ano, R$ 3,5 milhões que estavam previstos no orçamento para as obras de ampliação do prédio do Legislativo. Com o cancelamento da dotação orçamentária para construção de novo edifício, a Câmara viabilizou a abertura de crédito adicional suplementar para as secretarias de Meio Ambiente, Agricultura e Assistência Social.

Alécio Espínola faz questão de lembrar que essa devolução reforça o caixa do Executivo para a realização de uma série de obras de interesse público. “Com muito zelo na gestão da Câmara, conseguimos economizar e isso significa dizer que permitimos aumentar o atendimento prestado à nossa população. É fruto de muito respeito com o dinheiro público, de uma gestão muito eficiente, que viabilizamos graças à parceria com nossos vereadores, com nossos diretores e com nossos servidores”, diz Alécio Espínola.

Espínola faz questão de frisar que essa devolução, como impacto direto, vai permitir ainda, entre outras coisas, o lançamento do IPTU de 2020 sem reajustes, apenas com a reposição da inflação. “Essa negociação foi mantida com o prefeito Paranhos. Graças à devolução desse dinheiro, a prefeitura teria condições de lançar o IPTU sem aumento para o ano que vem. E isso benefício a toda nossa gente”.

Fonte/Assessoria de Imprensa/CMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *