BOPE comemora 10 anos de criação com entrega de medalhas em Curitiba

O Batalhão de Operações Especiais (BOPE) comemorou, na manhã desta terça-feira (27/10), 10 anos de criação em uma solenidade com entrega de medalhas. O evento aconteceu no pátio da unidade no bairro Rebouças em Curitiba, Capital do estado, de forma restrita para respeitar as regras de distanciamento social.

Para o Diretor de Pessoal da PM, coronel Rui Noé Barroso Torres, que na ocasião estava representando o Comandante-Geral, coronel Péricles de Matos, esses 10 anos são apenas uma fração da história das atividades especiais. “Desde a sua criação, lá em 1964 com a antiga Companhia de Operações Especiais, nos revela a importância das missões realizadas”, disse.

Durante o discurso, o coronel Barroso lembrou daqueles policiais que tombaram em serviço. “Não podemos esquecer os guerreiros do BOPE que deram o seu sangue e a sua vida em prol dessa unidade e da sociedade paranaense e que serão eternamente lembrados no coração de seus colegas e também o memorial que foi levantado no pátio do batalhão”, destacou.

De acordo com o Comandante do BOPE, major Márcio Antônio Machado Pereira, hoje a unidade comemora a evolução. “Essa última década vem para abrilhantar a história dessa unidade e que daqui 10 anos possamos comemorar o aperfeiçoamento do que temos hoje”, disse.

“Todo o sucesso do BOPE se deve ao militar estadual que exerce o serviço em prol dos semelhantes e que se sacrifica para salvar vidas e que supera dificuldades para cumprir a missão e incansavelmente ajuda a construir uma sociedade mais justa”, discursou o major Machado.

Durante o evento houve a entrega da medalha Mérito Operações Especiais, conferida anualmente na data de comemoração de aniversário do BOPE para homenagear os militares e pessoas da comunidade que se destacaram no exercício de sua função e colaboraram com a segurança pública, em especial para o fortalecimento das ações do BOPE.

Um dos agraciados com a medalha Mérito Operações Especiais foi o tenente Eduardo Kendi Fujioka Gritten. “Pra mim é uma honra receber essa medalha e também de fazer parte dessa história. Já estou há dois anos nessa unidade e, desde então, tenho aprendido muito ao lidar com diversos tipos de ocorrências no meu dia a dia”, disse.

O tenente Raphael Tschumi, que atua no Comandos e Operações Especiais (COE), subunidade do BOPE, também recebeu a medalha. “É uma honra muito grande ser homenageado nesta data, são 10 anos do Batalhão e fico muito feliz de há dois anos estar no BOPE e há um ano no COE, unidade que sempre quis trabalhar desde que entrei na polícia”, revelou.

De 1997 a 2004 o cabo Marcos Aurélio Rodrigues da Silva atuou no BOPE, principalmente na Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE). Ele também recebeu a medalha durante o evento. “Nós fomos uns dos desbravadores dessa unidade, então eu me sinto muito feliz de ser lembrado e de poder vir aqui e ver que tem uma nova geração que luta para manter o nome”, disse o cabo Aurélio, que hoje atua na 4ª CIA do 20º Batalhão em Curitiba.

HISTÓRIA – O Batalhão foi criado por meio do decreto 8.627 em 27 de outubro de 2010 com a estruturação em seis subunidades: A Companhia de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), da Companhia de Choque, da Companhia de Operações com Cães (COC), da Equipe de Negociação (EN), do Esquadrão Antibombas (EAB) e da Companhia de Comandos e Operações Especiais (COE).

Mas a origem é de 46 anos antes, quando foi criada a Companhia de Operações Especiais (COE) em outubro de 1964. Em 1976 a unidade transformou-se em Companhia de Choque, com base no Quartel do Comando-Geral da PM, tendo como comandante o tenente Eugênio Semmer, que hoje está como coronel da reserva remunerada. Dali surgiram as atuais nomenclaturas da RONE, do Canil e do atual COE (Comandos e Operações Especiais) e das demais subunidades.

Estiveram presentes o Diretor de Pessoal da PM, neste ato representando o Comandante-Geral da PM, coronel Péricles de Matos, coronel Rui Noé Barroso Torres; o Presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira; o Comandante do 6º Comando Regional da PM, coronel Nivaldo Marcelos da Silva; o Comandante do 1º CRPM, coronel Hudson Leôncio Teixeira; o Diretor de Finanças, coronel Dorian Nunes Cavalheiro; o assistente do Subcomando-Geral, tenente-coronel Paulo Henrique Semmer; o Deputado Estadual Hussein Bakri; o Prefeito de Piraquara, Marcus Maurício de Souza Tesseroli e o Vice-Prefeito de Piraquara, Josimar Aparecido Knupp Froes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *